Arquivo da tag: vinho

Suez


Num sobrado discreto, ao lado do All Black, está esse simpático bistrô. Apesar do vallet (R$15,00), é fácil parar o carro nas imediações, à noite, no meio da semana. Perto de casa, por que não experimentar?

área externa
Na entrada, há uma área externa bastante convidativa para os dias de verão. Como estava uma noite fria, optamos por uma mesa no pequeno salão. Ambiente intimista e com controle de temperatura irretocável (muito confortável).

salãoA carta de vinhos é enxuta e de preços bastante razoáveis. Optamos por Los Clop Cabernet Sauvignon (R$51,00). Não nos arrependemos.

couvert (R$7,00 por pessoa) traz pães temperados, alho confitado, tartar de azeitona e manteiga aromatizada com flor de sal. Começou bem.

confit de canardPedimos confit de canard ao molho de cogumelos com polenta de gorgonzola (R$36,00) e filet mignon ao glacê de vinho tinto com gratin de batatas, aspargos e tomate confit (R$40,00).

confit de pato estava correto, mas a polenta (que levava gorgonzola) estava espetacular, tanto no sabor quanto na textura. Depois descobrimos o segredo: no final do preparo, é polvilhada gorgonzola ralada que é derretida com maçarico. Sacada genial.

filet mignon ao glacê de vinho tinto com gratin de batatas, aspargos e tomate confitfilet veio no ponto pedido: rosado para vermelho, derretendo na boca. Soberbo.

De sobremesa, crème brûlée de capim-limão (com forte sabor de limão) e tiramisù (R$14,00), bem servidos e deliciosos.

tiramisùO serviço é atencioso e faz tudo para agradar. Providenciaram até vinho do porto na falta do vinho de sobremesa. Pra terminar o café (de sabor e aroma marcantes) completou a noite. Mais um lugar que vale a pena conhecer – e voltar.

parfait de chocolate branco com calda de frutas vermelhas
Pois voltamos! No retorno, trocamos o pato por rabada de toro. Deliciosa. De sobremesa, parfait de chocolate branco com calda de frutas vermelhas. Tão bom quanto o tiramisù.

E, pra finalizar, mais uma taça de Quinta do Estanho Porto Fine Ruby. Desse, viramos fãs.

Data das Visitas: 03/08/2011 e 03/09/2011.

Suez Gastronomia Mediterrânea
http://www.restaurantesuez.com.br/
Rua Oscar Freire, 155

Jardim Paulista – São Paulo, SP
Tel.: (11) 3081-7909

Paris 6

É um dos meus lugares prediletos em São Paulo, ambiente, atendimento, pratos, bebidas e sobremesas me conquistaram. Tudo lá é de boa qualidade e com um toque refinado.

Na nossa visita, chegamos bem cedo, antes das 20h, em uma terça-feira, então foi possível pegar um ótimo lugar na varanda. Na verdade todos os ambientes são ótimos, um charme.

Steak tartareDando início aos trabalhos pedimos um steak tartare, muito saboroso e bem apresentado, um dos melhores que já comi, por volta dos R$ 30. Para beber, vinho da casa: para minha grata surpresa era muito bom e o preço, camarada (R$50), levando em conta o tipo de lugar.

O atendimento é muito atencioso, garçons educados e simpáticos. Inclusive na ocasião o chef mandou o garçon escolher um cliente para ser presenteado com uma sobremesa de-li-ci-o-sa de cortesia, e adivinhe quem foram os sortudos?! Sim, nós dois!

Paris 6O doce se tratava de um soufflé de chocolate acompanhado de  sorvete de creme. Divino! Ficamos ainda mais encantados com o bistrô.

Outra vantagem é funcionar 24 horas. Se sua intenção é de tomar umas e outras, saiba que lá servem bebidas alcóolicas só até as 4 da manhã.

É frequentado por vários famosos. Nessa, tinha até uma paparazzi grudada na porta do banheiro esperando uma cantora sair para clicá-la.

Enfim, recomendamos esse lugar. Quem gosta do que a cidade oferece de melhor, não pode deixar de conhecer essa delícia que é o Paris 6.

Data da visita: 03/03/2011.

Paris 6
http://www.paris6.com.br
Rua Haddock Lobo, 1240
Jardim Paulista
01414-002 São Paulo, SP
Tel.: (11) 3085-1595

Era uma vez um Chalezinho…

Fomos ao Chalezinho em um noite de quarta-feira de fevereiro, que para nossa sorte não estava muito quente — afinal iríamos comer fondue e não um churrasco na beira da piscina.

Estava  curiosa para conhecer esse tal restaurante especializado em fondues de São Paulo. Como boa gaúcha, achava Gramado e Canela os “reis dos fondues”.

Fomos levando um daqueles cupons de sites de descontos. Chegando lá, fomos atendidos por uma hostess que nos mostrou todos os ambientes da casa. Logicamente, escolhi a área externa pois, a menos que esteja nevando ou chovendo canivetes, sempre escolho mesas ao a livre.

Decorado no estilo romântico, achei pefeito para casais namorarem e se aquecerem no inverno. Logo avistei um grande grupo de amigos em uma conversa animada regada a vinho e percebi que o restaurante não é exclusivo para casais.

O garçon chegou e nos trouxe a entrada: uma burrata (mussarela de búfala com recheio cremoso), acompanhada de torradas e pãezinhos. Começou bem.

Mas, ao abrir a carta de vinhos, percebi que a noite não seria tão legal assim. Senti-me lesada: vinhos comuns, de qualidade apenas razoável, a preços exorbitantes, começando na faixa dos R$90,00. Pra completar, nem um sommelier a casa tinha ali, tivemos que ir na sorte mesmo. Imperdoável para um restaurante especializado em fondue.

fondueO cupom nos dava direito a dois fondues, um salgado e um doce. Escolhemos o de carne no consommé de vinho tinto e tenho de admitir, foi o melhor que já comi. Bate fácil todos os da Serra do Rio Grande do Sul juntos. O vinho e especiarias conferem a carne um sabor incomparável, só mesmo provando para entender. Os molhos são gostosos, mas curti mesmo o de alho, humm… amo alho!

Hora de pedir o de chocolate. De qualidade excelente, delicado, nada enjoativo. Porém a essa altura, eu já havia comido bastante e decidi não me jogar de boca no balde de chocolate acompanhado de frutas, biscoitos e cia. Dei uma segurada e pedimos a conta, que foi bem cara, culpa dos vinhos carérrimos, vallet, 10% de um serviço não lá grande coisa, água, entrada, couvert artístico, o ar que respirei… Eles cobram por TUDO!

Se eu voltaria lá?! Talvez. Como já disse anteriormente, odeio me sentir lesada pelos preços assustadores de algumas cartas de vinhos de SP. Voltaria pelo fondue bourguignonne no consommé de vinho tinto; desta vez, porém, pedindo água para acompanhar, claro!

Data da visita: 03/02/2011.

Era uma vez um Chalezinho…
http://www.chalezinho.com.br/
Rua Itapimirum, 11
Morumbi
São Paulo, SP
Tel.: (11) 3501-9322